terça-feira, 3 de maio de 2011

Turbilhão de pensamentos

Já visitei bastante gente, mas confesso que não deu tempo de ir ao cantinho de todas.

Vou ser bem sincera com vcs, além da preguiça de escrever, de me exercitar e de cuidar de mim, a minha cabeça tem rodado, rodado sem que eu consiga sair do lugar.

Me pego pensando em voltar a trabalhar, mas tenho medo de largar o Pietro novamente na escola em período integral.
Depois fico imaginando em que eu posso trabalhar e que seja 1/2 período;
Penso milhares de coisas e acabo não saindo do lugar.

Penso que minha casa precisa de uma reforma, mas que sem trabalhar não tem condições.

Penso em comprar tudo o que vejo nesses sites de compra coletiva, mas se não trabalho não compro nada.

Penso em largar tudo de lado, engordar uns 30kg e fazer cirurgia bariátrica, pelo menos assim eu pararia de sofrer, de tomar remédio, de fazer burradas, de me controlar a todo momento, de morrer de raiva a cada doce e massa eu eu boto pra dentro da boca.
Eu iria ser livre pra sempre, afinal de contas uma sobrinha do Paulo que tem 24 anos fez a cirurgia e de 120kg passou para 70kg, está super bem e não sente fome nem vontade de comer.
Penso, penso, penso e fico morrendo de me ver novamente com 100kg, sendo assim não tomo as rédeas da situação nunca.

Penso em fazer abdominoplastia, mas logo em seguida penso que se um dia quiser outro filho é melhor eu deixar isso pra lá, aí no fim não faço nada.

Ontem a noite fiquei pensando em como não ser tão chata com o Paulo, em parar de ficar criticando ele a todo momento, afinal de contas eu tenho milhares de defeitos e ser crítica é um deles (insuportável por sinal).
Será que eu acho que sou melhor do que os outros? Pq embora eu não fale isso, ou fique criticando os outros e alta voz, me pego várias vezes criticando as pessoas em silêncio. Que ridícula.
Estou pensando em melhorar isso.


Tenho pensado tantas coisas, minha cabeça tem rodado tanto que eu nem sei bem por onde começar, mas se Deus quiser um dia eu coloco as idéias em ordem, até lá pode ser que vcs achem meus posts meio chatos, vazios e sem sal, mas por favor não me abandonem.

Bjs

8 comentários:

Nathy disse...

Oii Alê!!!

Calma amiga, tudo vai dar certo!!!
Você está passando por uma fase difícil e isso vai acabar.
Na minha opinião, acho super saudável você pensar em voltar a trabalhar e agora é o momento de procurar emprego, pois as empresas estão contratando. Vai te fazer muito bem Alê, pois você vai conseguir parar de pensar em todos os problemas e com isso, tenho certeza de que você vai conseguir eliminar os quilinhos extras que você tanto quer (sem precisar fazer essa cirurgia que é tão perigosa).
O Pietro está crescendo e está criando imunidade, aí pra deixá-lo na escolinha vai ficar bem mais tranquilo e vai fazer bem pra ele estar em contato com outras crianças, tenho certeza.
Alê, pense mais em você amiga. Você é uma pessoa inteligente, bonita e tem uma familia linda! Fique forte e pense positivo... SEMPRE!
Estou aqui para o que você precisar!
Mundando de assunto amiga, não sabia que você era minha vizinha... Jurava que você morava longe (Curitiba) mas não sei o porquê...rs. Vamos combinar algo?
Mil Beijos,
Fica com Deus
E qq coisa, grita!

Aline Delgado disse...

Ai quantos pensamentos,quantas duvidas eita nois rs
Mais calma querida uma coisa de cada vez um dia de cada vez
e no fim tudo da certo viu
só não se abandona de novo ,o blog sua saude
força e vai a luta sim viu
bjos

Mari Santos disse...

Oi Alê tá dificil né?
Ainda não sou mãe, mas tenho certeza que quando for terei que me permitir trabalhar. Então eu acho que vc deveria procurar uma escola legal pro Pietro e correr atrás de um trabalho. É uma forma de vc cuidar de vc, da sua mente. Assim vc sai de casa e esquece um pouco a comida. Pensa direitinho e se cuida.

Rose Light disse...

Oi Alessandra! Acredito que isto é uma fase, não está conseguindo encontrar seu foco. Penso que o primeiro passo seria mesmo se concentrar e tentar resolver o problema da escola, depois verá que tudo vai fluindo: com o filhote na escola, já consegue pensar no trabalho, e pra conseguir trabalho cuidar da aparencia e assim por diante. Quanto as criticas, também me pego criticando os outros mentalmente, temos que controlar isso...as vezes nem é por maldade ´que somos críticas com a gente e acabamos sendo com os outros também. Força Ale!

Micha Descontrolada disse...

estou aqui na torcida pra q consiga organizar seus pensamentos e sair do lugar...

tb to tentando fazer isso..é difícil mesmo.

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Cyntilante disse...

Ale.. estamos com o mesmo problema... tbem to com vontade de voltar a trabalhar.. mas morro de do de deixar eRIC integral na escola de novo.. alem de que, como nao tenho formaçao, meu salario nao anda compensndo muito..
em compensação, ficar em casa, esta me enlouquecendo.. me sinto burra e improdutiva...
mas daremos um jeito nisso amiga.. se eu souber de alguma coisa legal meio periodo te dou um toque.
beijocas

Família Iki disse...

Oi Ale.
Tenha calma para colocar em ordem seus pensamentos e objetivos.
Quando ganhei a Isa não suportava muito ficar em casa, queria tanto voltar logo a trabalhar e isso por um lado me fazia sentir mal, como se fosse uma péssima mãe por não sentir o desejo de abrir mão do trabalho para ficar com a pequena.
Hoje entendo que cada uma sente diferente e que não há um certo ou errado nisso.
Acredito que se vc estiver feliz o Pietro tabém ficara feliz.
Por favor não abra mão de todo o esforço feito, vc já é tão vencedora de ter conseguido emagrecer tanto!
Beijinhos
Paula

Lu Pinheiro disse...

Oi querida...
Eu passei um bosn3 anos só pensando e não saia do lugar, mais quando consegui organizar meus pensamentos, foi rápida a evolução...
tudo é no seu tempo tenha certeza...
Bjs da Nega

VISITANTES

Visualizações de páginas da semana passada